Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

Novidades e Eventos

Cerveja no café da manhã! 23/08/2016 - Cerveja no café da manhã!

Feita com cereais e através de fermentação, a cerveja era considerada um pão líquido pelas culturas antigas. Então nada mais natural do que harmonizá-la com o café da manhã, certo? Se no Brasil consumir álcool antes do meio-dia é algo muitas vezes reprovável, em países como Alemanha e Bélgica é uma prática comum. E, se feita com moderação, pode ser uma boa pedida para a primeira refeição do dia.

E foi justamente inspirado nessa cultura que o Botto Bar, no Rio de Janeiro, realiza desde 2013 um café da manhã. “A proposta foi trazer um pouco dessa tradição para o Brasil”, explica o mestre cervejeiro e sócio do bar, Leonardo Botto, uma das figuras mais respeitadas da cena cervejeira brasileira. Oferecido sempre no primeiro domingo do mês, a cada edição homenageia uma das escolas cervejeiras – as clássicas alemã, belga e inglesa, além da nova norte-americana –, mas sem esquecer do Brasil.

O primeiro foi o Bávaro, da Alemanha, que inclui os tradicionais pretzels, geralmente harmonizados com cervejas Helles e Weizenbier. “Ou uma harmonização clássica, que são as Weisswurst (salsicha branca) com Weissbier”, sugere Botto.

O sommelier de cervejas José Raimundo Padilha dá algumas dicas para inserir a bebida na primeira refeição do dia. Uma delas é buscar teores alcoólicos moderados e transformá-la em drinque. Também dá para usar os insumos como malte para a produção de pães e muffins. É o que ocorre com o alemão Früstück (que significa café da manhã), uma mistura de 60% de suco de laranja com 40% de cerveja Weiss. “Primeiro, a cerveja de trigo tem um teor alcoólico moderado, não é muito alto. E quando você dilui ela no suco de laranja, fica com esse teor alcoólico mais diminuído”, comenta.

Confira algumas dicas:
Bolo de fubá – Clássico na mesa dos brasileiros, o bolo de fubá com café pode ser servido com uma cerveja que possui carga de café, como Coffee Porters, Stouts ou Dark Ales com adição de café. “É uma harmonização que acho muito interessante, em que pode substituir a bebida pela cerveja, por similaridade”, explica José Raimundo Padilha.

Misto quente – Aqui Padilha indica outra bebida feita com a cerveja. “Pode substituir um café com leite por um frapê de cerveja”, diz. O sommelier indica o uso de uma Imperial Stout batida com sorvete, pois mesmo mais alcoólica, a cerveja não será usada totalmente e estará diluída. “Vai ter a sensação de boca de um cappuccino, de café com leite”.

Embutidos – São também muito comuns em cafés. A copa, por exemplo, pode ser harmonizada com uma Rauchbier, que é defumada. Linguiças podem combinar com American Pale Ale ou mesmo IPA. “Pode até mesmo arriscar com uma Saison. Acho que é refrescante para o café da manhã”, comenta Padilha. As tiras de bacon fritas ou pratos onde ele é destaque podem ser harmonizados com Rauchbier, Doppelbock ou Dubbel.

Frutas – Comum no café da manhã em várias partes do Brasil, as frutas também podem ser harmonizadas com cervejas. As cervejas Weiss vão bem com banana, melão, maçã e compotas de frutas. Já o morango pode ser acompanhado por uma Fruit Beer. “Uma cerveja que está na moda e que vai bem com melão é a Berliner Weisse. Acho que a Berliner é muito boa para o café da manhã”, analisa Padilha.
 

Voltar